13 de ago de 2015

Feio / Bonito = Julgar (?)


Podem tentar a vontade.
 Hoje em dia, devemos ter muito cuidado ao escrevermos sobre tópicos que relacionam assuntos que podem gerar polêmica, que são aqueles que envolvem racismo, religiões e... sexismo. Pois é. Vivemos num tempo onde, okay, essa pode ser sua opinião, mas colocá-la como verdade em redes sociais ou escrever um textão sobre ela no face causa muitas discussões. Porque? Porque agora as pessoas tem muito acesso a informações e facilidade em expor opiniões, mesmo aquelas que não foram pedidas.
 Por um lado isso é bom, na verdade é ótimo, ver as pessoas discutindo, lendo sobre o assunto, e tentando quebrar os paradigmas dessa sociedade que sexualiza tudo.
 Mas, isso me fez pensar? Até que ponto isso é saudável quando colocamos uma outra palavrinha no meio disso: Liberdade.

 O texto transcrito a seguir foi graças à várias discussões que tive com os meus amigos, foi muita discussão MESMO, saí até com a cabeça doendo.

 Primeiramente. Vamos partir do princípio, incontestável, de que a mulher sempre foi o principal alvo de estigmas como: Ser gorda é ser bonita ( na idade medieval), depois ser magra é ser bonita. Cabelo enrolado é bonito (até mais sou menos os anos 60, depois black power e permanente aos 80), depois cabelo liso que é bonito.
 Isso é fato, não é nem preciso ser professor de história e antropologia pra ter acesso a imagens e provas que mostram que as mulheres sempre foram julgadas segundo o molde que a sociedade (que também é composta de mulheres, diga-se de passagem) fez sobre o que e bonito e o que não é.

Eu sou a magérrima,
 E não, não sou parente da Olivia Palito
 Contudo... eu te digo: Os homens também são julgados.
  Não é difícil achar imagens de mulheres, com vários tipos de cabelos, corpo e cores posando para campanhas com a seguinte legenda: "Você é linda". Realmente, ser linda é questão de se achar linda, quando mais teclarmos na questão do amor próprio melhor para a autoestima de quem sempre tem de ouvir terceiras opiniões indesejadas sobre como deixar o cabelo - por exemplo (muitas imagens no Tumblr, campanhas no face, etc, etc, você já deve ter visto essa campanha por ae, com certeza).

 Porém, mesmo que não na mesma intensidade, os homens também entram nesse miolo do que é lindo ou não. Acredite. Você pode até não notar (até porque as propagandas de estética, geralmente, usavam mais as mulheres, e lá pra década de 60 era tão explícito que algumas propagandas agrediram meus olhos nos livros de história), mas que tipo de fotos de caras tem mais curtidas?


E para você que acha que propaganda sexista é só a de cerveja (que eu ainda acho um absurdo estar circulando, porque além de denegrir a imagem das mulheres num geral, passa a falsa imagem de que elas não vão em bar, e que você vai conseguir mesmo uma super modelo só porque tu tá bebendo uma breja vagabunda de três conto. Fio, a única coisa que você vai conseguir vai ser cirrose, mas tudo bem), temos essa imagem de um creme de poderes "rejuvenescedores".



Machismo machuca não somente as mulheres, mas os próprios homens presos nesse circulo de ódio e "caga regra" da sociedade.
Precisamos continuar com campanhas pelo AMOR PRÓPRIO da mulheres? SIM.
Mas precisamos do mesmo tipo de campanha para quanto aos homens? SIM.

Feminismo não é sobre "só ver o lado da mulher", mas sim sobre ver todos os lados da história e lutar por igualdade, mas igualdade não significa abrir mão da liberdade (como alguns gostam de usar para ir contra o feminismo - lembrando que sua liberdade acaba a onde começa a do outro, então agredir fisicamente ou verbalmente alguém é como se tu tivesse abrindo mão da sua própria liberdade).


Mas como assim J?

 Mas ei que lhe pergunto: E o gosto pessoal, onde entra? 
 Liberdade é você poder escolher, por si só, o que lhe agrada ou não. Simples, não é?
 Você pode continuar curtindo a foto do cara que tu acha lindo do colégio? Claro. Tu pode continuar comentando "linda de morrer" pra garota que tu considera ser a mais linda da sua rua? Claro.

Com cachos ou sem,
 faça o que tiver a fim
 O que não pode é você julgar o caráter da pessoa com base na aparência exterior que você acha agradável (até porque isso é um grande erro, existem pessoas que eu considero bonitas e com uma personalidade legal? Sim, mas tem aquelas que eu acho lindas por fora, mas num valem nem um sorvete de flocos, acontece), ou então ficar cometendo bullying todo dia chamando uma pessoa que tu acha "menos bonita" apontando os seus defeitos, ou então você ter a pretensão de achar que todo mundo devia ter o padrão do que VOCÊ considera bonito (Não é difícil ouvir comentários das minhas amigas do tipo: "Ele/a poderia conseguir melhor", quanto a aparência do/a companheiro/a do/a dito/a cujo/a. E se a pessoa é legal? E se aos olhos da outra pessoa ele/a é lindo/a? ) - se bem que, no fim você acaba se apaixonando por quem menos espera, é sempre assim, independente dos seus gostos, mas okay.

 Acontece que todo mundo julga, já disse, isso, até eu julgo! Tento evitar? Sim, mas isso acontece porque, na MINHA concepção, faz parte do ser humano, contudo, devemos nos policiar, porque, na moral, eu acho que cada um tem o direito de pensar o que quiser, fazer o que quiser da vida, até do que pensar de outras pessoas,  VOCÊ SÓ NÃO PRECISA DAR SUA OPINIÃO ONDE NÃO FOI PEDIDA, TENTAR IMPOR SUAS CRENÇAS PROS OUTROS OU TENTAR DIZER O QUE O OUTRO DEVERIA FAZER OU NÃO.

 Quer alisar o cabelo? Vai em frente.
 Quer começar a usar blusas pretas de bolinhas vermelhas? Vai em frente.
 Quer fazer uma tatto? Vai em frente.
Não quer mais usar maquiagem? Vá em frente.
Tá querendo aprender a fazer penteados maneiros? Vá em frente.
 Quer entrar ou sair da academia? Vá em frente.
 Quer raspar a cabeça? Vá em frente.
 Quer fazer um cirurgia plástica? Vá em frente.
Quer usar um óculos na cor mostarda? Vá em frente.

 Só, por favor. Faça por você. Reflita bem, e decida por si só, porque fazer essas coisas pra agradar aos outros sempre termina com alguém frustrado, e geralmente essa pessoa é você.
 Nem todo mundo vai achar bonito ou concordar, mas se você estiver satisfeito/a é isso que conta.
 E, se você realmente quer fazer... quem sou eu na fila do pão pra te impedir?

 Faça o que tiver vontade, viva da forma que quiser. Só não machuque os outros desnecessariamente.

Não se sinta mal por preferir os/as "gordinhos/as", ou caras com tanquinho, ou garotas de cabelo comprido/curto. Não se sinta mal por achar a aparência de alguém agravável AOS SEUS olhos. Se sinta mal se você denegrir essa pessoa, achar que a personalidade condiz ao que você acha da aparência, ou se você ficar fazendo comentários do tipo: Devia malhar mais, sem o óculos fica um/a gato/a, ou prefiro com o cabelo liso. 
Ou seja, se sinta mal se você for um/a: CUZÃO. Tente não ser, e tenha um bom dia.

4 comentários:

  1. Mas gente. Tô vendo que a discussão foi muuuuuito intensa, pois esse post foi intenso, então imagina! :o hahaha
    Pois é. É tudo tão relativo. Eu nasci em um corpo que o brasileiro em geral acha lindo e eu até um dia desses detestava e tem gente que acha que eu não tinha o direito de reclamar pelo simples motivo de ser o que geral aprova (oi?), mas eu sou julgada pelo corpo em que nasci. É. Demorei pra me aceitar... Seja em que tipo de corpo você esteja, é uma batalha. Né? Nisso todos concordamos.
    Todos somos julgados, e isso é tão foda. Também faço parte do que tenta ao máximo não julgar. Por exemplo, acho incrível abandonar químicas. Mas vai que a pessoa se adora de cabelo liso? Quem sou eu pra dizer alguma coisa?
    Falando em tipos de caras, eu tenho uma queda, em geral, por caras altos e magros. hahaha É sem querer. Juro. Acontece. Pois dizer que não temos "tipos favoritos" é para a maioria, uma mentira. Assim como cores, músicas, sempre tem algo que nos chama mais a atenção.
    Ou seja, para não ser um cuzão, seja no que for, basta RESPEITAR, né? Pena que as pessoas não pensam! :~ Mas eu não deixo de ter fé, pois eu acredito que enquanto tiver quem lute pelo mundo, ele está a salvo, não é? hahaha Acredito que sim. Apesar de concordar com Amélie de que são tempos difíceis para os sonhadores...
    Com carinho, Ana Lua. Beijo enorme, xuxu. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não tem ideia... por sorte os laços de amizade não foram cortados XD

      Somos duas. Eu sempre falei que não me achava bonita, e ouvia um: "nossa, cala a boca, que você é linda, para de tentar se aparecer", mas eu não me sentia bonita naquela época, de verdade. Agora, depois de um tempo, ainda não me acho "linda", mas também já não me considero "feia". Estou dentro do círculo do amor próprio nesse quesito.

      EU ADORO CABELO LISO, PF, NAUM JULGA XD
      É uma pura mentira, todo mundo se sente mais atraído por um tipo, isso é um FATO, aceita que dói menos. Eu adoro sorriso, falo mesmo, se for loiro então, vish...
      EXATAMENTE! Respeitar é mais fácil do que o povo faz parecer.
      Vamo continuar espalhando a palavra que vai que um dia a gente acorda e o mundo está, em outras palavras, "mais humano".
      XOXO Ana <3

      Excluir
  2. Tudo de bom esses posts cheios de opinião (falando sobre opiniões)!

    Já de muito tempo que venho controlando a mim mesma para não julgar ninguém, e gostaria honestamente que as pessoas se portassem da mesma forma quanto a mim. Porque... né? Se nem nós mesmos nos conhecemos realmente bem, porque um cidadão que acabou de nos descer os olhos pode se achar no direito de concluir qualquer coisa a nosso respeito? Infelizmente, sou bem sensível a opiniões alheias, apesar de, é claro, não abrir mão POR NADA NESTE MUNDO da minha personalidade. Estou legal comigo mesma; quero dizer, se por um lado um comentário bobo casual pode me incomodar, nunca me incomoda o suficiente para me fazer mudar por alguém além de mim.

    Complicado esses lances todos.

    E, J, você é ótima. Tem uma personalidade originalíssima, opiniões fortes, sonhos maneiros... E, claro: deixa comentários lindos, lindos, lindooooos no meu blog também, hehe ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quando que meus posts não tem disso, moça? XD

      Eu sei como tu se sente. É difícil, mas eu tento bastante só expor comentários positivos - tipo quando eu, pessoa completamente desprovida de bom senso, parei uma menina de cabelo colorido na escola só pra falar que eu achei bonito kkkkkkk
      Comigo é assim: Pra quem gosta de mim 1 beijo, pra quem não gosta caixão e vela preta. Porque mudar eu não mudo MESMO.
      Ai, Lari, nem sou kkkkkkkkkkk Obrigada sua linda, beijos sabor bolo de chocolate pra tu <3

      Excluir

Não saia sem comentar!
Comentando vocês nos incentiva a continuar postando e podemos saber de sua opinião quanto ao post e/ou o blog!

OBS: Por favor. Vamos manter a postura.
Sem xingamentos com palavras de baixo calão