31 de mai de 2015

A minha querida amiga

Cartas de uma esquecida para suas semelhantes.
A sociedade anônima dos corações partidos.

Olha, eu sei que ele não ligou, okay? E não estou me referindo somente ao celular - aliás, para de ficar olhando toda hora que não irá adiantar - tô falando do geral, da situação como um todo. Ele simplesmente não ligou. 

 Eu sei, eu sei, a sensação do "eu poderia ter feito mais" ou "se eu não fosse tão esquisita" pode estar te rodeando no momento.
 Antes de tudo, não foi tua culpa, beleza? Faz pouco tempo que notei, mas... a gente só repara mesmo nas pessoas quando estamos atentas, ou melhor, nos interessa, e se ele não prestou atenção foi por causa disso. Poucas vezes notamos alguém simplesmente pelo que a pessoa é, no geral elas se tornam nossas amigas do nada. É complicado, mas continua sendo algo que tu não pode controlar... não podemos controlar outras pessoas.... 
 E, segundo. Tu não é esquisita. Sei que nesse mundão existem várias pessoas que gostam das mesmas coisas que você, algumas que riem alto, outras que são extrovertidas e outras introvertidas, gostos e modos de agir? Uma combinação única de cada é a essência diferencial de cada um, e, como todo perfume, nem todo mundo gosta, mas isso não significa que seja ruim. 
 Não lembro ao certo onde que eu ouvi, mas certa vez essas palavras chegaram aos meus ouvidos: "Não existe, de maneira alguma, um perfume de fragrância ruim. Somente alguns que poucos sabem como apreciar".
 Então... pra resumir: BOTA A CULPA NELE E TÁ TUDO CERTO! - se for pra ter culpa na história, que não esteja em tu.
 Posso até presumir que você esteja se sentindo humilhada, de certa forma, e chegando à conclusão que não tem mais jeito... 
 Só posso te dizer que: isso passa.
 Depois de alguns filmes na Netflix, um sorvete ali, um hambúrguer aqui, uns jogos, piadas internas com os amigos, um livro para se distrair... acredita em mim, essas sensações passam (é claro, você pode se pegar parando e pensando no grande papel de trouxa que você fez, como acontece comigo as vezes, mas gosto de pensar que isso é meio que um aprendizado, e preciso recordar sempre para que a moral da história permaneça fresca em minha memória).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Comentando vocês nos incentiva a continuar postando e podemos saber de sua opinião quanto ao post e/ou o blog!

OBS: Por favor. Vamos manter a postura.
Sem xingamentos com palavras de baixo calão