12 de jan de 2015

Por mais BOAS Fanfics! (e RUINS TAMBÉM!)


 2009.
 O ano em que todo mundo estava dançando She Wolf da Shakira, assistindo RBD (okay, isso também fiz, cada um com o seu passado! P.S: Roberta DIVOSA), lendo Crepúsculo e tendo filme do Jonas Brothers e, obviamente, um outro de HP - yeap, eu lembro muito bem desse ano, eu me lembro que foi também nesse ano em que eu escrevi a minha primeira fanfic. 
 Pois é. Fanfic. Ah, claro, foi o ano em que eu descobri o blogger também. Mas, o que eu gostava mesmo de fazer era ligar o computador de tarde depois da escola e ficar escrevendo um monte de coisas engraçadas que passavam pela a minha cabeça. 

 Na época, eu não sabia ao certo o que era ser um ficwritter, escrevia cada porcaria e mesmo assim me divertida. E, sim meus queridos, isso é necessário.
 Mas, vamos começar pelo começo (redundância? Proposital).
 Primeiro, lá fui eu pesquisar o que era essa tal de fanfic que minha irmã tanto falava.
Fanfic é a abreviatura de “fanfiction”. Fanfics são histórias criadas por fãs, que utilizam seus personagens favoritos, combinando editoras, universos e mídias. Não é raro nessas histórias encontrar o Batman (DC Comics) enfrentando o Capitão América (Marvel Comics). Personagens de filmes também aparecem pelas histórias, sendo muito comum sites com centenas de versões de Harry Potter e dos personagens de “O Senhor dos Anéis”. Qualquer série, personagem, filme, anime, etc pode ser encontrado na forma de fanfic, basta que um fã resolva mostrar seus personagens em versões ou aventuras próprias. 
Ha?
 Eu tinha onze anos e descobri que poderia escrever sobre os personagens da minha nova descoberta: anime. E olha que naquele ano eu estava super viciada nisso, mesmo sem conversar sobre eles o tempo todo minha cabeça estava cheia de histórias animadas japonesas.
 Minha primeira fanfic sobre anime? Tenho meio que vergonha de admitir que foi sobre Bleach com todos os personagens indo ao cinema. Sério. Repleto de erros de português e personagens OCC (out of character, tipo, com personalidades que não eram de seus personagens). Mas foi divertido.
 E a minha primeira original? Surgiu depois de discutir com meus irmãos, porque eu achava injusto eu ter que desfiar sozinha o frango para o suflê sendo que os dois bonitos iriam comer também. Podem imaginar como ficou isso? Acho que já chegaram à conclusão que minhas primeiras fanfics ficaram uma:

 O tempo passou, e posso ver hoje que isso foi relevante já que com ela melhorei consideravelmente minha escrita, presto mais atenção, me incentivou a ler mais e tornou as coisas mais divertidas no meu dia-a-dia. Mas isso não teria acontecido se eu tivesse desistido logo no primeiro comentário negativo ou se eu não tivesse me esforçado, e nossa, como eu me esforcei. Madrugadas em claro pensando em personagens, as vezes tinha ideia para um cenário do nada e corria para achar um papel e caneta pelo menos, passava tudo para o Word, porque aí ia aprendendo a corrigir meu português (vez ou outra algo me escapa, mas ninguém é perfeito, né).
 Tinha 10/11 anos, estudado minha vida inteira em escola pública e sem muito interesse por livros que não fossem da série Harry Potter e sobre filosofia (sim, eu era estranha, sorry), apesar de ler de tudo, era só cair na minha mão, adora aulas de português apesar de serem poucas, e, quer saber? Eu ainda errava coisas bobas, eu ainda erro se parar para pensar bem (principalmente em concordância, tipo, minha mãe sempre fala que eu discordo de tudo, né, deve ser por isso). E foi necessário, é necessário, errar, mas não sempre, sacas? Pessoas que tem preguiça de reler seus textos ou, ao menos, voltar para ver se tem uma marca vermelha em baixo de uma palavra são, em outras palavras, preguiçosas e nunca conseguiram ser boas ficwritters


Em suma e o porquê de eu estar falando isso?
 É frustrante ver pessoas criticando, mas não de uma maneira amistosa e querendo corrigir, não, mas sim como uma forma de atacar mesmo, algumas pessoas que acabaram de começar, sabe? As vezes, até mesmo em 9 e 13 anos, tipo, qualé! Idai que ela confundiu mas/mais, custa você falar de boa? Sem ficar chamando os outros de burros? (desculpa aí, mas eu acho que todo mundo tá aqui pra aprender, é o mesmo que eu querer discutir sobre velocidade, combustão e materiais usados em um motor com uma pessoa leiga no assunto, sacas? Que nunca nem passou pela cabeça dela essas coisas).
 Porém, é igualmente frustrante ver pessoas, até mesmo mais velhas, que não parecem levar isso à sério. De certa forma isso me atinge, de verdade. Tudo bem que a história delas pode ser clichê (na verdade, eu amo ler clichês), mas coisas como: "A sinopse tá uma bosta, mas a história é legal" e capítulos com umas trezentas palavras ou menos, erros constantes de português, títulos muito mal pensado e alguns tentando "inovar no inglês" mas escrito errado... meio que jogam na minha cara que a pessoa não liga, ainda mais quando não é a primeira fanfic, mas sim a quinta ou sexta desse indivíduo.

 Tudo bem, estou ficando repetitiva e falando, falando, falando... ou melhor, escrevendo, escrevendo e escrevendo, só para chegar nesse ponto mesmo:

A internet precisa de fanfics ruins

É sinal de que as pessoas estão se interessando por isso, e é até que engraçado, além de ser uma boa forma de melhorar a forma de escrita de muita gente, além de que eu sei que todas as ficwritters que eu respeito e até me tornei amiga começaram com fanfics horríveis como as minha quando eram mais pirralhas.

Mas estou sentindo falta de boas fanfics

É fato. Muitas das ótimas autoras que foram até minhas Beta Reader estão sumindo, ficando mais velhas, etc, etc, algumas até publicando seus próprios livros, e estou sentindo falta de boas "Betas", fanfics com capas bem trabalhadas, sinopses inteiras, português (não digo perfeito) com poucos erros, sei lá... sinto que tem algo faltando, e, meu Deus, como eu fico feliz ao achar uma boa fanfic, é como um vinho raro em uma adega enorme, gigantesca, de vinhos feitos ontem.

Lógico. Eu não espero nenhum Camões (até porque, convenhamos, não é todo mundo que tem saco pra ler uma obra desse tipo), mas também não me sinto confortável lendo coisas do tipo: vc, mais ao invés de mas, e piadinhas do tipo que eu contava aos cinco anos. Cara, muitas vezes são pessoas de quinze anos escrevendo, me sinto até mal ao defender que o intelecto não é definido pela idade (sim, eu defendo isso), você não tá ajudando, assim não tem como te defender. Por favor né? Que custa pegar um dicionário, ou procurar no google, dá uma conferida, gente do céu. Não vai ficar cego não, confia em mim, você continuará com todos os dedos e respirando. Só não me venha mais com isso, pessoa já tá saindo do colegial e fica escrevendo esse tipo de coisa.... 

E, para deixar de conversa, deixo aqui uma frase de reflexão do querido Napo pra vocês.

2 comentários:

  1. Ne ne, entendo bem você. Quando comecei a escrever minhas fics, elas eram horriveis >...< - e ainda são - até mesmo outro dia estava relendo elas e quase morri. Mas isso me ajudou a crescer. São com esses erros que aprendemos e ficamos cada vez melhores ^^ - mesmo que um pouco -
    Sobre as fics boas. Também sinto faltas delas, está ficando cada vez mais raro encontrar uma boa e quando encontro, ela está parada. - T_T ah que vontade de chorar -
    Mas eu tenho certeza que se esses novos ficwritters se esforçarem teremos boas fics no futuro. ( Shin: ¬¬ Avá) caramba você sabe como irritar Shin ¬¬
    Bom ... mas enquanto isso não acontece, vamos esperando né ^^
    Bejins

    Ps:. Fiquei curiosa pra ler uma fic sua >..<

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu admito que minhas fanfics não estão entre as melhores, mas já fico contente ao saber que também não as piores. É tudo questão de prática.
      EU FICO SUPER MAL QUANDO ME APAIXONO POR UMA FIC ABANDONADA, SÉRIO. Mas, não posso julgar a autora já que até mesmo eu já abandonei fanfics XD
      Sim, estou no aguarde por essa nova geração de ficwritters.
      Eita, quem sabe você não encontre uma por ae - tipo o Nyah e-e

      Excluir

Não saia sem comentar!
Comentando vocês nos incentiva a continuar postando e podemos saber de sua opinião quanto ao post e/ou o blog!

OBS: Por favor. Vamos manter a postura.
Sem xingamentos com palavras de baixo calão