16 de jan de 2015

Falatório Aleatório sobre Fairy Tail

ATENÇÃO: CONTÉM MUITA REVELAÇÃO DO ENREDO - SPOILERS

 Nos últimos dias, eu voltei a ficar viciadona em Fairy Tail. Havia floppado o anime por falta de tempo, mas ainda acompanhando o mangá - porém, minha memória andava meio mais sou menos, por isso revi algumas coisas.
 E, bem, eu estou pensando muito na série ultimamente, mas acho que irei abordar mais estes pontos:
  •  Os gráficos do anime
  • As openings e endings M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A-S
  • O atual arco que é um Filler de espíritos celestiais e a Lucy
  • Os acontecimentos chocantes que estão quebrando meu coração no mangá
  • E, óbvio, mais shipps - porque eu sou uma fangirl, folks, não tem como evitar
 E um dos motivos para isso? Porque estou vendo muitas pessoas reclamando, e como eu não gosto de discutir em áreas de comentários, irei deixar a minha opinião aqui.

 Bem, devo admitir que estava ansiosa pelo retorno de Fairy Tail depois que eles saíram da Ilha Tenroujima, acho que todos estavam. Um anime divertido e com porradaria e vários personagens shippaveis? It's. A. Dream!
 Quando a série voltou, depois de longas semanas de espera e como um dos animes na lista de espera de quase todo mundo, com os Grandes Jogos Mágicos, não pude deixar de estar mais feliz, ainda mais depois daquele vídeo de PV, eu fiquei: OMGOMGOMGOMGOMGOMG.


 E ainda com openings e endings muito boas. Porém, como é impossível agradar todo mundo, não tardou a aparecer reclamações quanto aos gráficos do anime.
 Estava um pouco diferente? Estava, mas nem estava tão ruim. Se antes reclamavam por não ter FT passaram a reclamar por ter, mas não do jeito que queriam. Neguin querendo rebot.... essas coisas me estressam, trataram os novos gráficos como se fosse, sei lá, de 1990, nem ficou tão ruim, eu gosteu muito mais desse traço fino e, ao que me parece, maior gama de cores, e algumas mudanças nos personagens, sendo aquelas que eu notei sem precisar me falarem ser a Wendy e o Natsu (talvez isso se dê à mudança do character design, pelo mesmo que fez Gintama).

 Nossa, e essas aberturas? Cheias de NaLu (você pode ler a postagem que eu declaro todo meu amor e lealdade à esse ship: aqui), na moral, teve muitos momentos desse ship que todos sabemos que o próprio Hiro gosta, e apesar das diversas reclamações eu achei, até agora, todas muito boas, de verdade. Amei as músicas, amei os momentos dos meus ships. Nossa. Tudo lindo.

 

 Além de que, meu Deus, esse foi um dos melhores arcos da série: O Portão Eclipse. Eu fiquei por diversas vezes com o coração na mão e, obviamente, chorei muito quanto a Lucy do Futuro morreu, mais ainda ao ver a reação do Natsu, e o triplo quando ela foi para "além dessa vida" e se encontrou com ele, gente, essa cena foi, sim, muito tocante, ainda mais porque logo no começo temos a cena dele tentando protegê-la dos dragões naquele futuro todo, em outras palavras, fodido. Aparentemente, ele, assim como todos da guilda daquele tempo, morreu lutando e, bem, ele conseguiu protegê-la até ela alcançar o portão e voltar no passado para alertar todo mundo - e isso fez muita diferença.
 Foi como um baque atrás do outro no meu coração, que já tinha passado por isso no mangá, mas no anime também foi... meu Deus... I can't.
 Tivemos também reclamações quanto às batalhas com os dragões, que cortaram algumas partes, ou melhor, parece que foi bem rápido - e isso eu até que concordo, gostaria que prolongassem um pouco, mas como eu disse, não vou ficar reclamando por aí, porque eu gostei das lutas também. E o povo precisa entender que FT está entrando um arco bem emocional, quem acompanha o mangá sabe.

 Quando esse arco acabou, já era de se esperar o inicio de um outro só que Filler, porque já estavam alcançando o mangá.
 Que tipo de arco foi escolhido? O de espíritos celestiais. E isso é bem compreensivo, porque uma das perdas que chocaram o fandom foi o da Aquarius, tanto é que no espisódio em que Lucy chama seus espíritos para agradá-los um pouquinho, temos um momento bem sentimental entre ela e Aquarius, o que me fez chorar muito, lembrando-me do que havia acontecido no mangá.

Capítulo 384: O Sacrifício de Aquarius

Essa cena foi muito forte. Pelo simples motivo de que nós vemos que Lucy tem que fazer uma escolha difícil. Várias pessoas a chamam de fraca, constantemente, sempre realçam no mangá o quanto Magos Celestiais estão ficando mais raros, além de que é preciso muito poder mágico para manter dois portões abertos, ainda mais dourados, e Lucy abriu não dois, mas sim três, apesar de como ficou depois, ela estava se esforçando porque, pela primeira vez, ela foi colocada sozinha, muitas vezes Natsu, Erza ou até mesmo Gray apareciam para salvá-la, mas isso não a tornava fraca - se engana quem acha isso.
Talvez para provar isso que Hiro fez essa cena? Em que Aquarius finalmente admite o quanto ela ama Lucy, que ama seus espíritos e os trata como amigos, ela mesma disse por diversas vezes que um dos motivos pelos quais ela está viva são eles, são uma parte importante de sua vida e, meio que, uma conexão com sua mãe.
Só que, ela é posta à prova, ela estava sozinha e tinha que salvar seus amigos, até mesmo a própria vida, só que para isso ela teria que quebrar uma de suas chaves. Por isso ela foi forte, porque mesmo que relutante ela fez isso, e vemos o quão poderosa ela é e forte por ter tomado essa decisão, além de que ela consegue derrotar um dos demônios.

 Por isso, acredito eu, esse será um dos arcos mais emocionantes, e esse dos espíritos é uma introdução para tudo isso, porque a partir daí a coisa vai ficar muito mais séria, devido à isso eu estou gostando bastante desse filler que eu to rindo pakas.
 Além de que, cara, a opening desse filler... EU AMEI ESSA MÚSICA MAAAANOOOO DO CÉU, qué isso.


ADENDO PARA O MOMENTO DO MEU OTP QUE TEM QUE TER:


 Podemos dizer que esse arco está amadurecendo todos na marra, e mostrando que TODOS são fortes. Lucy e Wendy sempre receberam muitas críticas, muitas pessoas falando que são fracas. Mas, depois do sacrifício de Lucy era a vez de Wendy, que estava disposta a morrer para parar o Face e salvar seus amigos.
 E então, foi o momento para nosso querido mangaká coração de gelo, vulgo Hiro Mashima, nos apresentar outra cena de cortar corações, em que Wendy e Charlie estão praticamente aceitando suas mortes e ai a Wendy fala:
 "Eu espero que nós possamos ser amigas de novo" e Charlie responde: "Nós seremos". Não me lembro qual foi a ordem exata, mas acredito que a cena da Wendy tenha corrido antes ou um pouco depois da de Lucy, mas foi praticamente em sequência. Só sei que isso não foi bom para o meu coração, que se fez em frangalhos nessas cenas, que ficaram tão bonitas, tão bem desenhadas, além de que as expressões de cada personagem fez com que lágrimas se formassem no canto de meus olhos, como se fossem a prova concreta e definitiva de que essa série, sem dúvida, conseguiu um lugar especial em meu coração.

 Depois disso, vemos que nossa querida Dragon Slayer do Ar ganha um novo corte de cabelo e o seu poder de Dragon Force, como se marcasse o início de uma nova Wendy. E, meu Deus, como eu gosto dessa personagem, que assim como a Lucy, foi se desenvolvendo gradativamente, mas de maneira sútil. Talvez por isso goste tanto dessas personagens, que todos julgam fracas, mas que estão dispostas a lutar por seus amigos, e como já foi dito por diversas vezes nesse mangá, a força dessa guilda sempre veio dos laços que eles tem, e isso as tornam fortes até para tomar essas decisões. Sem dúvida, depois desse arco, Wendy irá crescer mais e se tornará uma das magas mais fortes da guilda - bem, não é a toa que ela está no Team Natsu.


 Por falar em desenvolvimentos, nesse novo arco temos também o desenvolvimento do ship Gruvia. FINALMENTE Gray parece corresponder os sentimentos de Juvia.


 Podemos ver nessa cena, por exemplo, em que Gray conforta Juvia. Bem, posso dizer que antes eu shippava os dois, mas tinha dó de Juvia, porque Gray nunca foi direto, na verdade, nunca fez coisas como essa, na verdade ele a afastava dele, e eu as vezes sentia raiva por ela ter tão pouco amor próprio e também ria de sua imaginação (de modo que não consigo odiá-la, e acabo torcendo por eles). Mas, depois dos Jogos Mágicos e as declarações de Lyon, a Erza escorando Gray e, obviamente, a insistência de Juvia, podemos ver como ele começa a vê-la com outros olhos. E quando ele estava perto de fazer a mesma magia que Ur, para dar sua vida para derrotar Silver, ele pensa nela.
 Falando em decisões difíceis. Juvia teve que tomar uma também. Silver não mais qualquer vilão, mas sim o pai de Gray sendo controlado por um demônio com poderes undead bizarros, e caso ela derrotasse ele, infelizmente, o papa Silver iria "morrer"... "de novo"? Por outro lado, se não o derrotasse ela e os seus amigos morreriam... Mesmo assim, ela não queria fazer isso, obviamente porque machucaria a pessoa que ela mais se importa no mundo. Porém, o próprio pai de Gray (que a confunde e a chama de namorada dele, o que a leva a chamá-lo de "Pai") conversa telepaticamente com ela, falando que deseja morrer, ir para o "céu" e se encontrar com sua mulher, ele não está mais vivo, ele não é mais um humano, mas pode ver Gray novamente. E, com isso, Juvia derrota seu inimigo e mesmo assim chorar pra caramba depois.

Eu acho que ela deve estar se culpando muito agora.
 Mas, é claro, isso não diminuí em nada a dor de Gray (que, até agora, não sabe que o pai sumiu por causa de Juvia, e eu estou louca para ver sua reação, me pergunto se ele irá confortá-la ou afastá-la mais ainda). Apesar dessa cena ter me tirado ainda mais lágrimas, de certa forma eu gostei. Foi falado um pouco mais sobre o passado de Gray e de sua família, além de dar um pouco de enfoque para ele, que até então andava meio apagado na série (o que eu achava sacanagem, ele sempre foi um dos meus personagens favoritos, na verdade, eu amo todo o Team Natsu plus Juvia, Gajeel e Levy).
 E, claro, como eu já disse, esse é o arco da dor, pelo visto, mas também aquele que irá dar inicio ao que pode levar esse time a serem os magos mais fortes da guilda.
 E como muita gente andava reclamando que ele estava ficando muito atrás do Natsu, o que acontece nesse capítulo? Yes, yes, my friends, Gray subiu de level e agora tem novos poderes para matar demônios - basicamente, ele conseguiu a magia de seu pai (e um abraço).
 Acredito que agora teremos lutas ainda mais legais dele, e, quem sabe, linhas de pensamentos mais maduras... e um pouco vingativas em relação à Zeref ft. Acnologia.


 É claro... todos sofreram, até a Erza e Jellal que ficaram cegos graças à um dos demônios, mas... ninguém sofreu tanto quanto Natsu. Não que eu possa classificar dor... mas, acredito eu, Lucy e Natsu com certeza foram os que sofreram muito (okay, vamos incluir Gray em honra ao seu papito).
 A questão é que, finalmente, nosso querido Dragon Slayer de Fogo consegue encontrar seu pai, sim, o Dragão que o criou e sumiu. Desde o começo, esse foi seu foco: encontrar seu pai, e foi até esse motivo que o levou até Lucy e á Fairy Tail. Enfim, todos sabemos que este era seu foco.
 E a onde o danado estava?

 ... dentro de Natsu... só isso. Por essa ninguém esperava (porém, isso até que explico o porquê que no episódio em que Freed lança como regra nas runas que somente aqueles acima de 80 anos poderiam se mover - era a condição de sua magia - e Natsu consegue se movimentar livremente, o que levou à várias especulações, e só agora faz sentido. Ele conseguiu se movimentar porque, dentro dele, tinha um dragão de mais de 400 anos). Aparentemente, Acnologia já foi um Dragon Slayer, mas depois de usar tanto esta magia acabou se tornando um dragão. Para impedir que isso acontecesse com Natsu, Wendy, Gajeel, Sting e Rogue, seus dragões "entraram" em seus corpos para criar anticorpos e tardar a "dragonização"(?). Por isso ninguém via dragões gigantes voando por ai.
 E, até aí tudo bem. Todos felizes, mas, obvio, cheio de dúvidas, principalmente o cara que tinha um dragão dentro de si, certo? O combinado era que Igneel iria tirar todas as dúvidas dele depois de acabarem com aquela luta - contra ninguém mais e ninguém menos que Acnologia ft. Um dos demônios do livro de Zeref.
 Só que, como eu falei, o objetivo desse arco era destroçar nossos sentimentos, ou seja: não ser feliz.
 Acredito que esse foi um dos momentos mais tristes da série.
 A morte de Igneel.
 A cena, em si... foi... muito bem pensada para nos deixar com o coração na mão. Não tivemos flashbacks como no caso de Aquarius e Lucy, não... mas a capa do capítulo foi de uma das recordações de Natsu e Igneel e as palavras de Natsu que, enquanto as pronuncia, mantém sua cabeça baixa todo o tempo e, quando finalmente a levanta...
 Vemos pela como ele realmente está:










Essa é uma fan art lindíssima 

 Mesmo depois de Grandeeney explicar que, tecnicamente, todos eles já estão mortos, porque a 400 anos atrás eles foram atingidos pela magia de Acnologia, e aqueles que eles conheceram eram quase como uma sombra, almas, um mero "pedaço" dos dragões que eles já foram um dia.
 Ainda assim, eu admito que fiquei bem comovida com essa parte.
 Qualé, o cara procurou por ele a mais de 7 anos e quando finalmente o encontra... isso acontece, se bem que, ele iria embora de qualquer jeito, pelo visto, mas partir dessa forma... não é uma forma de deixá-lo com uma boa lembrança.
 Para todos os aspectos, podemos dizer que Acnologia matou Igneel e de certa forma os outros dragões também. O que me faz perguntar-me como Natsu irá derrotar aquele que atrasa, até mesmo, os planos de Zeref? Ao meu ver, ele será um desafio tão grande quanto o maior bruxo das trevas.
 Espero que ele tenha uma carta na manga, caso contrário só lamento... 

 Bem, ao menos tivemos alguns momentos BrOTP entre Gajeel e Wendy / Lucy e Juvia.


Big Bro Gajeel

E, é claro que não poderia deixar de comentar..... DO BEIJO (ou coisa parecida) ENTRE GAJEEL E LEVY. Tudo bem que a intenção dela era, somente, dar-lhe ar (eles estavam, literalmente, nadando em veneno), mas, ainda assim, a cena foi fofa e.... depois que eu parei pra pensar, ela não poderia ter feito isso usando a magia de escrita dela? Não que eu esteja reclamando, gostei muito mais desse... método de ressuscitação dela... Agora estou encabulada, não consigo deixar de pensar em como será que ela, e ele, irá reagir quando isso acabar? Ah, sim, isso me lembrou de um dos capítulos especiais em que Juvia teve a impressão de vê-los se beijando... ai, ai Hiro, acho que a nova diversão dele é brincar com o coração de seus fãs shippers... Ah, sim, falando de Gajeel, eu realmente gostei do Metallicana, ele é o Sassy Dragon da parada.

ANYWAY
 Dentre as coisas que me incomodam e que precisam ser respondidas estão:
  •  Porque o dia da morte da mãe de Lucy coincide com o dia em que os dragões sumiram?
  •  Quem são os pais biológicos de Natsu e Dragon Slayers e CIA?
  •  E o que está acontecendo com Zeref, que parece não ser mais tão amistoso como era na Ilha Tenrou e por que diabos ele estava conversando normalmente com Mavis?
  •  Que caramba e este tal de E.N.D?
  • Mavis está viva?

Enfim, ao menos o mistério sobre o desaparecimento dos dragões foi resolvido, e pudemos nos despedir deles, isso significa o inicio de um novo objetivo/jornada/direção da história para nossos Dragon Slayers? Espero que sim, e espero momentos mais alegres, mais momentos dos meus ships, porque este arco foi como uma chuva de porrada no fandom.



 Apesar dos sentimentos... tristes que me causou, sei que essa parte da história foi precisa para amadurecer os personagens e dar um outro rumo para a história, além de, é claro, esclarecer algumas dúvidas - como o porquê do sumiço dos dragões, o que é esse Acnologia - e até mesmo indicar quais serão os, prováveis, novos "mistérios" abordados na série (acredito que voltaremos a focar em Zeref e o que diabos tá acontecendo com ele). Mas, é claro, ainda estou juntando meus cacos depois de ler esses capítulos, mesmo sabendo de tudo isso.

 Até porque eles sempre falam em: Seguir em frente, ser forte e se tornar forte pelos seus amigos, e encontrar o seu motivo para estar vivo. Essa é uma das principais mensagens dessa série.


Esse foi, sem dúvida: O Arco da Dor

2 comentários:

Não saia sem comentar!
Comentando vocês nos incentiva a continuar postando e podemos saber de sua opinião quanto ao post e/ou o blog!

OBS: Por favor. Vamos manter a postura.
Sem xingamentos com palavras de baixo calão