21 de fev de 2014

Uma carta a um certo alguém.


"Ei,você esperou até eu falar que podia abrir o link? É óbvio que não, né? Tu é curiosa, garota, para de ser assim.
 Eu sei, eu sei... não queria que fosse embora da nossa sala também, nem que morasse longe.
 Não fica triste, beleza? Não vou te esquecer, você tá aqui, óh (me imagina apontando pro meu coração), isso mesmo, na ponta do meu dedo, MUAHMUAHMUAHMUAHMUAH, mentira, é no meu heart mesmo.
Como essa pode ser uma das minhas (primeiras e) últimas cartas para você, vou tentar não zoar o barraco.
 Vamos ver...
 *Respira fundo*
 De todas as coisas que me aconteceram, te conhecer foi uma daquelas que eu menos esperava e, ainda, me dar bem com você, caraca, que loucura! Tu também acha, né?
 Ainda me lembro de quando você foi deixada de lado pela sua amiga e ficou sozinha na rua, daqui de casa, comigo. Provavelmente, você não se lembra de como o céu estava, não é? Caso esteja com a memória fraca, eu te digo: Estava estrelado. E você desabou para mim todos os seus problemas e eu decidi que iria fazer seu sorriso aparecer sempre que seus olhos denunciassem lágrimas.
 Naquele dia, você também disse que eu era meio boba por acreditar em 'pedidos da primeira estrela no céu', mas se eu fosse tu, rezava pra isso ser verdade, porque nessa mesma noite eu pedi que fossemos felizes para sempre, ou o quanto poderíamos ser.
 São tantas possibilidades nessa vida! Você já pegou o mapa Mundi ou um globo da Terra em suas mãos? É grande pra caramba! Só de pensar que podemos ir, teoricamente, para qualquer lugar faz com que eu deseje sair em uma aventura. Queria que fosse comigo, porque sei o quanto as coisas apertam ai e tu se sente sufocada e pequena de mais.
 Mas, vamos nos concentrar nas coisas boas, okay?
 Tipo. Você já ficou observando as cores do céu? Um dia qualquer, começo do dia ou fim  de tarde, olhe para cima e veja quantas cores e como elas mudam gradualmente. Deite na grama e conte as nuvens. Num dia chuvoso, pule as poças e deixe a água ir de encontro a sua pele. Tire seus tênis e coloque os pés na terra. Quando estiver ventando bastante, abra os braços. Suba no topo de uma árvore, como quando era criança, e respire fundo.
 É nesses momentos que eu costumo me sentir viva e querer ver e sentir essas coisas pra sempre.
 A beleza está em coisas tão pequenas e imperceptíveis, mas se focarmos nelas conseguimos esquecer certas amarguras que devemos suportar.
 E se, quando estivermos um pouco mais velhas, você ainda não ver os motivos que tenho para estar feliz por estar viva, eu irei recomeçar tudo de novo e criarei novos motivos, e mais outros, e outros...

 Porque esta vida, minha cara, é dura e parece muitas vezes injusta, admito, mas também é muito bela e divertida. E por acreditar nisso eu irei te ajudar a ver um rumo e um sentido nisso tudo, nem que tenha que sair dessa minha preguiça eterna, para que possamos dar mais risadas e criar novas piadas que só a gente entende.

 Eu posso até te dar todos os meus motivos de presente.
 Mas, por favor, quando não conseguir lembrar de nenhum, lembra das minhas caras de retardada, das nossas piadas, do som da risada de todo mundo, e do meu telefone pra me ligar. Okay?"

Com todo amor desse mundo.
A Garota que é horrível em cartas inspiradoras
Ás vezes o destino parece cruel. Te separa da pessoa que você pensa ser tudo na sua vida. Mas apesar de cruel, duvidoso e infeliz, ás vezes, o destino não erra. Uma história pra ser quase perfeita precisa ter curvas. E o relógio não pode soar sempre á meia-noite.
— Gossip Girl.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Comentando vocês nos incentiva a continuar postando e podemos saber de sua opinião quanto ao post e/ou o blog!

OBS: Por favor. Vamos manter a postura.
Sem xingamentos com palavras de baixo calão