2 de fev de 2014

Guia prático para o Sarcasmo

Post dedicado ao meu amigo que disse que eu deveria escrever um "guia", porque já estou  "infectada" por isso.
 A muito tempo, em um terra nem tão distante, uma garotinha estava frustrada e amargurada; não com a vida, mas com as pessoas.
 Em pouco tempo, ela descobriu que existia algo chamado: Humor negro, sarcasmo e ironia, em sua essência (nem tão pura assim). Logo, se iniciou seus estudos sobre o sarcasmo.

 Sarcasmo: "Ironia. Dizer uma coisa quando você pensa o contrário. Arma contra gente estúpida. Quando você diz pra pessoa mais feia que tu conhece: Tá bonito hoje, cara. Pode ser seguido, ou não, de um sorriso cínico de canto".

Guia Prático 1 para Iniciantes
Sarcasmo

Lição 1: Quando usar.
 Durante nosso dia-a-dia, podemos acabar topando com certos contra-tempos (pessoas que querem fazer você engolir a opinião delas goela a baixo), ou até mesmo quando estamos entre amigos para descontrair.
 Em casos mais avançados, você o utiliza normalmente.

Lição 2: Quando não entendem.
 Uma das piores coisas que se pode ocorrer ao usarmos o sarcasmo é a infelicidade de usá-lo em um ser puro, sem muita habilidade de interpretação e/ou ignorante.
 Você poderá recorrer ao:
 "Affs, esquece".
 "Explicação sobre o que disse" - não recomendado quando se usa para o humor.
 "Usar o sarcasmo mais uma vez em cima da incompreensão do ouvinte" - não recomendado para aqueles que desejam manter a amizade.

Lição 3: Quando você vicia.
 Com o uso contínuo, se não for uma parte de sua personalidade naturalmente, você pode acabar "viciado" no uso deste.
 Para casos mais sérios, existe a chance de ser usado (por deslize) contra um dos seus pais.
 O tratamento deve durar, em média, um mês somente utilizando frases objetivas e guardando suas ideias ácidas ou de opiniões contrárias para si mesmo.

Ao persistirem os sintomas, um tapa na cara deve ser aplicado (até porque você tem a chance de receber um).
Contra-indicado em casos de suspeita de moralismo.

Sou mais uma loucura no mundo, e essa normalidade vendida não me compra.
— Clarice Lispector  

10 comentários:

  1. Já fui regada a esse tipo de humor: ironia, sarcasmo. Mas depois de um tempo, fui ficando menos ácida. E me tornei mais direta. E quando não sou direta, fico naquela de "apenas observo". haha Mas ainda faço uso, é algo meio natural da minha personalidade. Sempre tive a língua "afiada".
    Acho que a ironia é mais voltada para o humor, o sarcasmo é mais cruel. Costumo usar quando quero colocar pra fora o que eu penso sem que a pessoa entenda o que quis expulsar de mim. hehe Mas só uso quando não estou em dias felizes. Na tpm então...
    Boa semana! ~ ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda sou completamente sarcástica. Ao ponto de eu falar normalmente sério e as pessoas não acreditarem em mim, ou, até mesmo, a situação inversa em que eu falo com ironia e a pessoa nem nota.
      Bem, para mim, ironia e sarcasmo só mudam no nome. Sou uma metralhadora de ambos. Sempre fiz uso de ambos desde criança. Sou do caso que já faz parte da personalidade natural.

      Excluir
  2. Eaaaaaaeeeeee \o/ ♥
    Eu sou iniciante no sarcasmo, e.e Sou a mais lenta em tudo e demoro pra entender, quando entendo, vesh "já é tarde demais", mas isso depende bastante das pessoas que estão ao meu redor, tem vezes que eu sou a sarcástica -como? sei lá uahushhuhsau- mas enfim, já tentei ser com os meus pais, e isso não deu muito certo e3e (imagine alguma cena fail ai uahushauhsuha)

    Até mais.
    Mabel | Mabel Maltine ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois bem, jovem gafanhoto, quanto mais for utilizado, mais rápida você ficará para identificá-lo.
      Não posso utilizar com meus pais. Sabe como é, eu tenho apreço pela minha vida.

      Excluir
  3. Hahahahaha' mas eu trinquei... (E não, não estou sendo sarcástica agora.)

    Definitivamente, preciso seguir o passo a passo desse guia prático para aprender a usar sarcasmo contra algumas pessoas aí... pessoas que são sinônimo de ignorância, sabe como é. Ah, e deixa eu dizer: parabéns pela criatividade!

    Beijos ♥ Jeito Único

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é uma das ferramentas que mais uso hoje em dia.
      Um dia sem usar sarcasmo é um dia incompleto. Talvez um dia eu consiga maneirar as palavras, mas por enquanto é assim u3u
      Muito obrigada, LAri, estou lisonjeada >///<

      Excluir
  4. Oi! Topei com o seu blog procurando o jogo Diabolik Lovers, e tive uma feliz surpresa com o conteúdo das suas postagens! :)
    Curti seu guia prático! Hahaha Sarcasmo com os pais é certamente uma má ideia. Mesmo quando o sangue está fervendo temos que morder a língua. :P
    Espero que você possa me ajudar: onde acho o Diabolik Lovers em inglês? Já achei repetidos sites com os links pro jogo em japonês mas estou com dificuldade pra achar em inglês. Eu sou bem familiarizada com o inglês mas de japonês não tenho base nenhuma! D:
    Me empolguei com o jogo - ainda que fugindo loucamente dos spoilers hahaha - e queria achar um jeito de baixar podendo entender o que está acontecendo.
    Parabéns pelo blog e espero que possa me ajudar!
    Beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Welcome, Loh, fico contente por ter gostado da minha baderna o//
      Eu já usei algumas vezes, por sorte, eu consegui contornar a situação com argumentos. Minha mãe nem pega nada, mas com meu pai é uma complicação -.-

      Não existe DL em inglês. Existe um projeto para traduzi-lo para o inglês, porém, o jogo só tem em japonês.
      Você pode se localizar pelas traduções no google e no wiki do jogo.

      Obrigada su linda.

      Excluir
  5. Olá adorei o blog! Uma gracinha!! Aceita parceria com o meu??

    http://tudoasfixia.com/

    BJs

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar!
Comentando vocês nos incentiva a continuar postando e podemos saber de sua opinião quanto ao post e/ou o blog!

OBS: Por favor. Vamos manter a postura.
Sem xingamentos com palavras de baixo calão