1 de fev de 2014

Desabafando: Sobre alguns professores...


 Antes que venham falar qualquer coisa, vou deixar bem claro aqui: Eu valorizo o trabalho do professor.
 De verdade. Mas certas coisas num dá pra aturar.
 Plena sexta-feira.
 Fim de semana batendo na porta, mais um passo e você poderá abrir a porta para ele entrar. Porém, antes, você tem que terminar seu trabalho.

 "Afs, última aula da noite e eu tenho que aturar essa pirralhada", é o que pensa um lado.
 "Merda. Só mais essa aula, mas esse professor é um pé no saco", reflete o outro.

 Pois é, em uma sala de aula existe o lado do professor e o lado dos alunos e, até hoje, ambos os lados raramente se dão bem totalmente.
 Compreendo que o professor tem um papel fundamental, eu super apoio eles, e que é realmente difícil ter vontade de se levantar e dar aula para uns 30 (ou mais) alunos em uma sala abafada, com poucas condições, sem reajuste no salário e onde parece que ninguém te respeita.
 Entretanto, tem professor que parece que abusa, não é?
 Por favor, não me venha com uma de moralista hipócrita aqui, okay? Ou vai me dizer que NUNCA teve um  professor que tu queria que atrasasse ou que, sei lá, perdesse o ônibus para não dar as caras?
 Não é porque nós somos alunos que não fazemos nada além de estudar. No meu caso, tenho curso ao final de semana que dura horas para o vestibular, eu trabalho de manhã, tenho curso de tarde e, ainda, tenho que aturar certos professores falando na minha cabeça de noite que eu não me esforço o bastante para "trilhar meus caminhos na vida".

 PORRA! O que eu mais tô tentando fazer aqui é trilhar sá porcaria de caminho, mas fica difícil se certos professores passam pesquisas do tamanho da BÍBLIA e não explicam matéria por "estar no livro".
 Sorry, honeys, nem todos tem tempo e nem conseguem descobrir como fazer certas coisas sozinhos.
 Fora aqueles que descontam a raiva e frustração na sala, não é mesmo? Se toda vez que eu estivesse puta brava com alguma coisa e saísse atirando facas em formas de palavras neles eu iria ser mandada para a direção, não é mesmo?
 Não estou generalizando a categoria, beleza? Não. Somente estou falando que tem SIM professores que parecem receber hora extra para nos infernizar.
 E, da próxima vez que me falaram para me "esforçar mais", meus queridos, pode ser que vocês fiquem sem me ver por aqui durante um tempo, porque eu poderei estar de castigo por ter tretado com um professor.
Só é teimosia se estiver errado. Se estiver certo é seguir seus princípios.
— Dr. House

4 comentários:

  1. Acho que ser professor é função mais bonita do mundo, porque pra todo mundo chegar em algum lugar precisa ter tido um professor, um médico não séria médico sem professor e tals, o problema está que as pessoas insistem em deixar a educação em último plano e acaba que nada vai pra frente.
    hoje eu estou sentindo falta dos meus professores, é tão estranho saber que não os verei todo dia, que ninguém vai mandar eu calar a boca ou falar o quão irritante eu sou rs.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei, Lola, também tenho super apreço pela profissão.
      Mas acho que antes de ser professor ele é um ser humano, e, as vezes, as personalidade de certas pessoas é uma merda.
      Tipo a de alguns professores meus, que adoram dar palestras de coisas que já sabemos, nos apavoram, são grossos, descontam coisas na gente e ainda explicam mal.... certos professores eu, simplesmente, quero socar.
      Beleza que a vida de ninguém é perfeita, mas num sou o ponto em que eles devem descontar, né?
      Eu não vou sentir falta de ninguém. Nem beijo e nem abraço, quero mais é sair daquela instituição maldita (detesto ir pra escola, detesto) :D

      Excluir
  2. É verdade. Sei bem como é... É tão odioso o que alguns professores falam. No terceiro ano, tinha professor que quando abria a boca só fazia colocar a turma para baixo.
    É complicado... Eu cheguei a detestar só uma professora na vida. De pessoa mesmo, sabe? Odiava ela e a aula dela. kkkkkk E discutíamos indiretamente, mas uma colega da sala não tão calma como eu, discutia feeeeeeeeio com ela. Até chegaram a se xingar. Mas não parou na coordenação.
    Boa sorte com seus professores e essa rotina exaustiva, moça. Pois é cansativo sim. Estudar na escola e no cursinho faz o cérebro gritar. haha Como é que você ainda arranja tempo pra blogar? Pois estou com medo de abandonar meu blog por causa da universidade... ;-;
    Beijão. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Sempre que vou pra lá eu saio com um humor horrível, deprê de verdade.
      No meu caso é diferente, não tenho nem um professor que eu goste, por isso não vou sentir falta do colégio como alguns pregam. Só quero sair daquele lugar.
      Não sei como consigo também... sei lá, quando eu fico travada e cansada de mais para continuar fazendo as tarefas e os trabalhos (porque sou um ser humano e me canso também) eu vou escrevendo um monte de coisa nos rascunhos, mesmo que só vá postar final de semana XD

      Excluir

Não saia sem comentar!
Comentando vocês nos incentiva a continuar postando e podemos saber de sua opinião quanto ao post e/ou o blog!

OBS: Por favor. Vamos manter a postura.
Sem xingamentos com palavras de baixo calão