26 de dez de 2013

Eu não falei...

 ATENÇÃO: Post 100% pessoal. Recheado de drama, fornecida pela pessoa que vos escreve. Você está avisado.
It's my life
 Bem, chicos. Voltando ao clima normal, vou lhes contar o que aconteceu nesse sublime Natal (não é a toa que 13 é o número do azar).

 Para começo de conversa, teve um garoto que, desde muito tempo, tem me deixado confusa. E justo no dia 24 cheguei a conclusão e que: Garotos Fedem. E estou desistindo, oficialmente, de nutrir sentimentos profundos em relação a eles. Não que tivesse grande expectativa, mas já comecei o dia bolada com isso.
 Depois teve uma amiga que não falo a séculos, e bem quando ela está me salvando do tédio a ligação cai.
 Beleza. Na casa da tia, comendo muito suflê, ouvindo todo mundo falando como eu cresci e pá, normal. De repente: Vamos trocar presentes, mas antes vamos rezar um pai nosso. O que, para mim que sou Deísta, foi tão constrangedor quanto meu tio tentando tirar fotos de minha pessoa.
 Mas espera, isso tudo não é nem perto do GRANDE MAL ENTENDIDO que rolou na sala.
 Tipo, estava eu e meus irmãos, com nossas primas mais velhas e suas filhas pequenas, na sala enquanto a criança brincava e talz. Quando meu celular começa a tocar INFERNALMENTE SEM PARAR por causa de trote de pirralhada. Já estava estressa, isso só serviu para me deixar PIOR.
 Levantei com minha irmão para irmos beber Red Bull e eu falei pra ELA (minha Big Sis que sabia dessa parada) as seguintes palavras: "Que bom, não estava mais aturando essas crianças".
 Ai todas as minhas primas pararam, tipo, congelaram, olhando pra mim como se eu tivesse falando das minhas priminhas.
"Caralho, elas entenderam tudo errado. PQP"
 Ai deu mó clima de série americana (cortesia de se viver a minha vida, galera) enquanto eu e minha irmã tentávamos explicar a brincadeira desses pirralhos (que, by the way, se eu descobrir quem são vão conhecer a minha fúria).
 Viram só? Eu não disse? Não avisei. Só eu mesmo pra terminar o ano com chave de ouro. Ah, não, bosta, ainda tenho mais alguns dias para estragar outros aspectos da minha vida. Porque é isso que eu faço, people.

Espero que tenham aproveitado toda minha dramatização e humor negro ao longo do post. A gente adquire enquanto vai ficando mais velho.

P.S: Não ganhei nada que estava na minha lista, mas até que são presentes usáveis. Não que isso tenha me surpreendido, já que meus pais nem sabiam que eu ia pro Lollapalooza, quanto mais dos meus gostos pessoais, né?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não saia sem comentar!
Comentando vocês nos incentiva a continuar postando e podemos saber de sua opinião quanto ao post e/ou o blog!

OBS: Por favor. Vamos manter a postura.
Sem xingamentos com palavras de baixo calão