13 de set de 2013

#21 Uma conversa poderia ter te segurado aqui

Acho que vou mudar o layout quando tiver tempo por um TOTALMENTE diferente, não sei, realmente gostei desse... estou em dúvida, além de que precisarei de tempo para fazer um novo, ainda não é certeza.
Esse texto não é feliz e muito menos educado, são só pensamentos dentro de um coração machucado.

#21 Uma conversa poderia ter te segurado aqui

 A morte é uma coisa tão "normal" e ao mesmo tempo tão cruel.
 E o pior é que eu já vi essa vadia tantas vezes que daqui a pouco tô chamando ela pra tomar um café em casa.
 Nós nunca estamos preparados pra perder alguém.
 Aquele parente que foi embora e não volta mais pra te dar um biscoito enquanto você ia brincar na casa da frente, fingindo que ele vai ficar lá pra sempre. E aquela sua avó, que quando você perguntou se ela ia viver 200 anos e ela disse que "sim" e, no mesmo ano, você já tava lá velando o corpo dela.
 Recentemente ando perdendo tanta gente que, mano, tá foda, e te faz ver as coisas de outro modo e ver que cada minuto rindo de baboseiras vale muito, e aquele abraço é um dos melhores presentes. 
 Embora eu já tenha me conformado que todos vão embora, mais cedo ou mais tarde...
 Sempre que toca esse tipo de telefonema me faz pensar mais nisso e esquecer das coisas banais.
 Mas o pior de tudo é quando alguém tão próximo vai embora do nada e de um modo que você não esperava. E aí eu só penso: "Puta que pariu, se eu tivesse ouvido quando ele queria falar, se eu tivesse saído de casa na chuva e corrido até lá ainda taria aqui, ainda taria rindo com a gente, é minha culpa também".
 As vezes aquele "Bom dia", "Se tá bem?", "Chega aí", "Tamos aí cara", ou aquela ligação, aquela visita repentina muda esse final fudido.
 Você nunca sabe o que se passa na casa ou na vida dos outros. As pessoas não se colocam mais no lugar dos outros, e aí só saem falando e fazendo idiotices, sem saber que podem se arrepender na manhã seguinte.
 Se sabia? Até você terminar esse texto, em algum lugar, mais alguém vai pro pijama de madeira sem motivo "aparente", foram cansadas, se sentindo sem objetivo e vazias (a cada 40 segundos, alguém se suicida).

Esse texto foi pros babacas que fica deixando os outros deprimidos e pros "amigos" que só olham pro próprio umbigo e esquecem daquele que tá do seu lado precisando de uma palavra amiga, cala a boca e para de ficar falando coisas supérfluas e olha pro seu amigo.
Velho, você impedir que essa pessoa se mate.

E você que tá em depressão, não faz isso não mano, vem falar com tia aqui, a gente se importa.

(Se você é maior de 18 anos e tem, pelo menos, 4 horas disponíveis por semana, você pode ser um voluntário e salvar alguém).


Mas as coisas boas vem para aqueles que esperam.
— Blink 182

6 comentários:

  1. oi oi
    Você quase me fez chorar. Eu intendo o que quer dizer, quando alguém parte os únicos pensamentos que eu tenho são " e eu tivesse sido uma pessoa melhor" "Se eu não me tivesse chateado" "Se eu..." e começo a pensar num monte de coisas que podíamos ter feito juntos e que agora já não são possíveis. Mas o meu maior medo é esquecer-me, esquecer-me dos momentos que passamos, dos risos que partilharmos, da voz ou do rosto.

    Mas o mais importante é ultrapassar (não é esquecer ou fazer como se a vida não tivesse mudado)e continuar a sorrir por ti e pelas pessoas que agora já não podem (isto soou meio estranho)

    A musica é mesmo linda, por acaso faz-me lembrar uma one-shot que eu li (agora não me lembro qual)

    Bjs :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Demon-chan, fiz esse texto dedicado pra quem quer se matar depois de uma amiga dizer que já tentou por causa dos idiotas que falavam sobre ela :T
      Fiquei com mt medo, e dei graças a Deus por ter ido na casa dela naquele dia, mas me peguei pensando naqueles que não conseguiram a tempo.
      E é por isso que vou fazer parte dos voluntários aos 18 \o/

      Thanks, Demon, e não, não soou estranho xD

      Excluir
  2. Nossa, texto simplesmente perfeito e profundo,"Mas o pior de tudo é quando alguém tão próximo vai embora do nada" falou e disse nessa única frase, é simplesmente horrível, é algo que todos nós sabemos que ocorrerá, mas quando acontece nos permitimos ficar chocados e decepcionadas, é uma dor que nunca terá fim...
    É como dizem, tem uma faze em que a vida nos dá coisas e outra faze em que ela mesmo tira...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, sus lindis.
      Acredito que o choque doí menos do que quando passa um tempo e, mesmo que se torne mais fácil, você nota que a pessoa não tá mais lá.

      Sigo a filosofia do Projota:

      "A nossa vida é uma coleção de saudades. Pelo menos a minha é, um trem sem marcha ré. Pernas robotizadas impulsionadas pra frente. Às vezes eu queria fazer diferente.
      Cada vida é um circo passageiro, irmão
      Me sinto em casa, mas sei que sou forasteiro
      Outra alma sem rumo, outro corpo sem prumo
      Daqui já vi tanta gente partir, mas nunca me acostumo

      Já vi tristeza no olhar das pessoas que eu amo. Já fui tristeza ao me afastar das pessoas que eu amo
      Não só por morte, mas também por diferenças. Descobri que o amor não difere costumes, vontades e crenças

      E eu tive que me despedir, seus olhares eu guardo aqui. Onde estarão seguros, onde nunca terão fim. Vocês se vão, mas nossos momentos são tão vivos dentro de mim

      Morte não vê lamentos, leva sem ter escolha. Floresta não sangra por perder uma ou outra folha. Então vê se cê dá valor moleque. Porque a vida é uma luta de um só golpe e tão curta quanto esse rap"

      Excluir
  3. Eu não em conformo com a morte, acho que ela é injusta. Mas é a vida,e como você disse ela serve pra nos abrir os olhos e nos mostrar quão egoístas estávamos sendo quando alguém precisou da gente.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém gosta, mas, agora, vejo como se esse fosse um ponto de equilíbrio. Veja bem, aprendemos em biologia que se tem uma "superpopulação" de determinada espécie o ecossistema entra em conflito, por que com as pessoas seria diferente? Porque conseguimos construir um carro, sabemos matemática? Não.
      É, também, a única coisa justa, em minha opinião, que existe, e que, essa sim, prova quem realmente já se importou com sua presença.

      Excluir

Não saia sem comentar!
Comentando vocês nos incentiva a continuar postando e podemos saber de sua opinião quanto ao post e/ou o blog!

OBS: Por favor. Vamos manter a postura.
Sem xingamentos com palavras de baixo calão