11 de jan de 2013

Samurais

 Sengoku no Basara, samurai Warriors, Segonku Otome: Momori no Paradox, Samurai X e diversos outros que poderia citar têm algo em comum.
 A presença de samurais em sua história.



 Os samurais são personagens históricos do Japão, surgindo principalmente no período feudal. Samurai significa "Aquele que Serve ao Senhor".
 Tiveram uma fortíssima influência na cultura japonesa e sua história, além de alguns esportes serem influenciados pelos seus conhecimentos (arco e flecha é um exemplo).
 No inicio, eles desempenhavam funções relacionadas à monarquia no Japão. Instituído no período Heian (794 - 1192) exerciam funções administrativas estando acima da criadagem comum dos salões imperiais.

 Esse nome só teve relações com ações militares mais a frente na história, sendo estabelecido no século XI, quando as disputas políticas entre as autoridades provinciais e os proprietários de terra possibilitaram a criação de milícias que visavam defender o interesse de autoridades do governo ou dos grandes proprietário de terra.
 Formando essa nova classe social de prestígio. 
 Os samurais tinham conhecimento de luta e formas de combate dos clãs que eram passado de pai para filho sendo que somente poderia se tornar um samurai um filho de samurai (os guerreiros eram somente aos garotos). Além de que se preocupavam com a honra e criavam rígidos códios de valores morais que deveriam ser seguidos pelos os samurais, e possuíam um forte vínculo de fidelidade ao senhor que serviam.
 No chamado Bushido, estavam os valores que guiavam a vida de um samurai, sua armadura indicava poder e prestígio de um guerreiro, e ele deveria ter uma relação de intimidade com sua espada, katana (chegando a acreditar que a mesma carregava sua alma).
 Um samurai não deveria ter medo da morte e considerar a morte de seus inimigos uma de suas obrigações normais.
 Durante batalha era seu dever proteger seu senhor, sua honra e de seus ancestrais.
 Caso desonrasse, falhasse ou fosse culpado pela morte de seu senhor ele deveria fazer o ritual de suicídio (o conhecido "harakiri" ou "seppuku").
 Sem um senhor para servir, o samurai virava um "ronin". Caso não encontrasse um novo senhor o samurai vendia sua espada ou praticava crimes para sua sobrevivência.
 Mas ser um samurai não era somente isso, relacionado a morte e destruição, não! Entre as artes apreciadas por eles estavam a criação de arranjo florais, teatro nô e a poesia. Além de serem fiéis seguidores da religião budista.
Informações essenciais: Brasil Escola

2 comentários:

  1. isso vai ser bem útil num trabalho escolar esse ano u.u
    arco e flecha *-* amo de paixão!
    ~Carinhosamente,
    Senhorita Ilusão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh eu também.
      Em eventos de animes tem aquele lá de tiro, eu erro mais da metade, mas é muito divertido.

      Excluir

Não saia sem comentar!
Comentando vocês nos incentiva a continuar postando e podemos saber de sua opinião quanto ao post e/ou o blog!

OBS: Por favor. Vamos manter a postura.
Sem xingamentos com palavras de baixo calão